terça-feira, 14 de agosto de 2007

Introduçao

“ O estudo da homossexualidade tem sido particularmente intenso ao longo dos últimos 20 anos. Inicialmente dominado por antropólogos, este campo teórico extremamente fértil tem pouco a pouco incorporado perspectivas interdisciplinares que incluem as áreas da historia, sociologia, comunicação e psicologia, entre outras. O renovado interesse por este tema se deve ao fato de que a cultura homossexual no Ocidente tem sofrido mais mudanças neste período do que em qualquer outro momento Histórico, gerando para os homossexuais uma visibilidade com a qual o mundo moderno jamais teria sonhado. Da mesma forma o capitalismo criou as condições socioeconômicas e psicológicas necessárias para a emergência da identidade homossexual, moderna. Em outras palavras, o capitalismo permitiu que os homossexuais, entre outros indivíduos oprimidos se sentissem livres para expressar sua identidade através do uso criativo de produtos e serviços, o que fez com que o mercado homossexual se transformasse em um dos pilares desta subcultura.”
Trecho retirado do livro
Homossexualidade: do preconceito aos padrões de consumo
Autora: Adriana Nunan

2 comentários:

peixinho disse...

Este estado da arte do homosexualismo no capitalismo moderno, permite inferir-se que o preconceito foi "substituído" ou "encoberto" ela sensação de um bom negócio ou uma promessa empreendedora. Se um dia o modelo mudar ou remodelar, será que a homosexualidade já terá siado "perdoada" pela sociedade? ou será a volta do "joga pedra na geny"

ViNy disse...

Oi.
Achei muito interessante o conteúdo do blog, no entanto, gostaria de pedir-lhe uma força, se possível, é claro. Estou iniciando meu trabalho de conclusão de curso, e pretendo fazer algo relacionado à diversificação dos nichos de mercado e também da influencia que "dinheiro rosa" tem causado no mercado.
Há algum livro com relatos?
Bom, minha intenção é trocar experiencias/ideias;
Aguardo um retorno.

Parabéns.
[socovini@hotmail.com]